A Classificação dos Alimentos no Ayurveda

Como uma parte importantíssima da manutenção da saúde no Ayurveda, a alimentação recebe especial tratamento e atenção em todos os textos. Dessa forma, para que os alimentos sejam relacionados corretamente e inseridos de forma relevante em qualquer quadro de desequilíbrio, fez-se uma classificação simples e objetiva. 
food_combining_main2
Através dessa classificação é possível relacionar os alimentos com os doshas e trabalhar com eles, levando em consideração os fatores de equilíbrio e desequilíbrio do paciente, e trabalhando na famosa prática de redução de danos no Ayurveda. Para uma classificação inicial, verifica-se os alimentos quanto à presença e força dos cinco elementos e suas características (panchamahabutas), através da observação do seu aspecto. Depois, é necessário avaliar o tipo de efeito causado pelo alimento no corpo, para que seja adequado a cada dieta estabelecida dentro do quadro dos doshas. E ainda é observada a característica do alimento pós-digestão, chamada de Vipaka.
Parece complicado em um primeiro momento, mas como tudo no Ayurveda, essa classificação é bem simples e fácil de ser trabalhada.

CLASSIFICAÇÃO DOS ALIMENTOS QUANTO À POTÊNCIA (VIRYA)

Há duas classificações possíveis nesse caso: potência fria e potência quente (viu? eu disse que era simples). Para a aplicação no cotidiano de uma dieta, basicamente os alimentos de potência quente podem favorecer ou agravar doshas quentes, como Pitta. Alimentos de potência fria favorecem e agravam doshas frios, como vata e kapha.
40-Rasa-Virya-Vipak-PrabhavA potência dos alimentos está relacionada a sua ação, ou seja, a ação física do alimento no nosso corpo. De forma geral, os alimentos quentes aquecem o nosso corpo, favorecem a digestão e aumentam agni. Alimentos de potência fria resfriam o corpo, ajudam nos problemas de queimação no estômago e se contrapõem ao agni. 

 

 


Conheça o E-book que contém os principais elementos da alimentação Auyrveda e como aplicar da melhor forma no seu cotidiano. Produto destinado a profissionais da área de nutrição e pessoas interessadas em uma melhor qualidade de vida. =Acesse aqui=


 

 A relação dos sabores com a potência segue a seguinte lógica:

  • Sabores de potência quente: azedo, salgado e picante
  • Sabores de potência fria: doce,amargo e adstringente
Há exceções para essa regra, mas é assim que funciona de forma geral. A exceção mais conhecida e comentada é a do mel, que possui sabor doce e potência quente.

CLASSIFICAÇÃO DOS ALIMENTOS QUANDO ÀS SUAS CARACTERÍSTICAS (GUNAS)

SpicesEssa classificação está relacionada às características físicas dos alimentos, observadas no seu aspecto natural. Essa classificação está relacionada diretamente com os cinco elementos, e é observada pelas características e qualidades (gunas) que eles apresentam. Cada qualidade física favorece ou não um dosha, de acordo com a constituição e qualidade do dosha em si, da mesma forma simples que é aplicada toda a lógica ayurvédica.
Exemplos dessa classificação: alimentos secos, leves, untuosos, densos e úmidos. 

CLASSIFICAÇÃO DOS SABORES (RASA)

As características e qualidades dos alimentos formam o que chamamos de sabores, o que nada mais é do que a nossa percepção dos gunas segundo os nossos sentidos.
O sabor de um alimento pode ser: doce,  salgado, azedo, adstringente, picante, ácido e amargo. 
flavour

CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO O EFEITO POS-DIGESTIVO (VIPAKA)

Conhecido no Ayurveda como Vipaka, o efeito pós-digestivo é o sabor do alimento na fase já de absorção, no final do processo de digestão. Esse efeito é difícil de ser percebido, mas muito importante para a classificação do alimento na dieta para pacificação de um dosha.
Em princípio, a vipaka de um alimento pode ser doce, ácida ou picante.   
  • Alimentos doces e salgados apresentam vipaka doce
  • Alimentos ácidos mantêm o vipaka ácido
  • Alimentos picantes, amargos e adstringentes apresentam vipaka picante

EFEITO MENTAL DOS ALIMENTOS (PRABHAVA)

Esse efeito único do alimento é explicado de forma diferente por cada autor, muitas vezes de forma contraditória. O que podemos entender dessa classificação especial é que ela é mais sutil e não segue os padrões físicos das outras mensurações de qualidades e temperaturas. Na verdade esse efeito dos alimentos está ligado muitas vezes à sua preparação e também ao seu contato com os tecidos e líquidos do corpo humano, muitas vezes produzindo efeitos que não seguem os padrões de leitura das outras classificações.
68125468721392222-1024x615-minDessa forma, podemos explicar que o Mel tem sabor indiscutivelmente doce, mas que não agrava Kapha. Da mesma forma, podemos explicar o porquê de um mesmo alimento produzir um efeito sátvico ou tamásico de acordo com a sua origem, preparação ou conservação.

✔️ Produto adicionado com sucesso.